Pesquisar neste blogue

sábado, 27 de dezembro de 2014

Tarte de abóbora e coco




Boa noite, hoje deixo aqui mais uma sugestão para a quadra festiva.
Doce, rica e ao mesmo tempo simples...
Como ainda do Natal me tinha sobrado muita abóbora, não sabia muito bem o que fazer com ela, após pesquisar, juntei um bocadinho de duas receitas e dei um toque pessoal e eis a minha tarte de abóbora e coco. Para a próxima que a fizer apenas vou acrescentar, um pouco de noz (cerca de 30 a 50 grs) picada grosseiramente e por cima antes de a tirar do lume colocaria mais umas quantas metades de nozes para dar um ar mais fino à tarde e no fim de a tirar do forno pincelava com a geleia de marmelo.
Mas aqui fica a receita:
- Meio kg de abóbora menina em pedaços pequenos
- 100 grs de farinha
- 300 grs de açúcar
- 50 grs de coco ralado
- 1 pacote de natas
- Sumo de meia laranja
- Casca de laranja
- Pau de canela
- 1 rolo de massa folhada ou areada (desta vez usei massa folhada, fica o vosso critério)
Preparação:
- Coza a abóbora aos pedaços pequenos em muito pouca água. Quando estiver cozida, se ainda tiver muita água, escorra e passe-a com a varinha mágica.
Leve ao lume brando, o açúcar, o coco, as natas e o sumo e a casca da laranja, o pau de canela, mexendo sempre para não pegar ao fundo. Por fim junte ao preparado a abóbora e mexa até estar bem incorporado. Deixe arrefecer um pouco. Retire o pau de canela e a casca da laranja.
Numa forma de tarteira (com fundo amovível) coloque a massa escolhida por vós e deite o preparado, levando ao forno pré-aquecido a 180º por cerca de 30 minutos ou até o preparado deixar de estar mole.

Sugestões:
Se forem muito fãs de coco, substituam as natas pela mesma quantidade de leite de coco, ou então de leite condensado (atenção que se fizerem com o leite condensado, na minha opinião a quantidade de açúcar não faz sentido, eu punha metade da quantidade, ou até menos). Também já sugeri as nozes, ou amêndoas consoante o vosso gosto. Podem ainda aromatizar com uma bebida ao vosso gosto (Porto, Vinho da Madeira, Jerez, Moscatel, Licor Beirão, ou outro), o importante é a vossa imaginação.... e criem a vossa receita e surpreendam a família e amigos.

Continuação de Boas Festas e Boas entradas!
Sandra C.

Ainda a tempo desta quadra natalícia...


Olá a todos! Antes de mais peço desculpa pela ausência...
Ainda a tempo desta quadra natalícia, deixo-vos a receita de um bolo que fiz para a festa de Natal da Escola do Vicente.
Chamei-lhe o bolo do Pai Natal, mas podia-lhe chamar outro nome dentro da época em que vivemos.
É um bolo que em tempos já fiz mas aqui fiquei-me apenas pela canela, não adicionei as outras especiarias, uma vez que era um bolo supostamente para os mais pequenos comerem...
Aqui fica a receita:

- 4 ovos
- 300 grs de açúcar (pode ser açúcar amarelo)
- 30 grs de nozes picadas
- 20 grs de cerejas picadas
- 3 colheres de sopa de azeite
- 4 colheres de sopa de natas
- 1 colher de sobremesa de canela em pó
- 250 grs de farinha  - 1 colher de chá se fermento em pó

Preparação:
Bata os ovos inteiros com o açúcar por cerca de 10 minutos. Junte ao preparado, a canela, o azeite e as natas. Pique as nozes e as cerejas (na picadora) grosseiramente. Junte à massa, por fim junte a farinha e o fermento e mexa bem.
Pré-aqueça o forno a 200 º. Unte e enfarinhe uma forma (pode ser redonda ou quadrada), Leve o bolo ao forno, quando este estiver quase cozido (mas ainda ligeiramente em massa), tenha já uma maçã (do seu agrado) descascada e cortada em fatias, com sumo de limão por cima para não oxidar. Faça uma mistura de açúcar amarelo e canela, passe as rodelas da maçã antes de as colocar no bolo. Leve ao forno a acabar de cozer. Quando um palito sair seco, está pronto. Desenforme e pincele a parte de cima com geleia.

Bom apetite e continuação de Boas Festas!